Como construir conteúdo de valor para as redes sociais

Quando o assunto é rede social, tanto se fala em algoritmo, conteúdo que converte, que engaja, que faz sentido… O fato é que, antes de colocar um conteúdo no ar uma marca precisa saber QUEM ELA É e ONDE ELA QUER CHEGAR. Talvez esse seja o primeiro de todos os passos. Não dá pra existir sem um propósito.

Tendo em mente o papel da sua marca no mundo, você pode construir conteúdo de valor e alinhado com o seu público. Neste post, indicamos uma forma de criar esse conteúdo que entregue um resultado positivo para o seu negócio.

Primeiro, desenvolva um briefing super bem elaborado.
O briefing se faz necessário para qualquer projeto de design e comunicação. É tendo ele como ponto de partida que você vai saber o que, como e quando fazer.

Segundo, conheça profundamente as personas com quem você vai falar.
Qual tom de voz você vai dar aos conteúdos? Será uma linguagem mais jovial, com gírias, ou mais séria, científica e que passe robustez? Conhecendo bem as personas envolvidas no negócio é possível criar esse tom de voz para atingir e impactar o público de forma assertiva.

Com essas informações em mãos, você tem um caminho mais claro do que o seu público quer consumir e, então, partir para o próximo passo: desenvolva um moodboard com temas e ideias relevantes para suas personas.
Essa etapa funciona para deixar todas as ideias mais visuais e ter um entendimento geral da linha imagética do projeto. O moodboard é fundamental para ter insights e saber qual caminho seguir.

Informações, ok! Ideias, ok! Agora é hora de fazer um planejamento de conteúdo para os próximos 15 dias.
Crie conteúdos para uma quinzena e compartilhe as ideias e temas com quem for aprovar o material. Dessa forma, caso você erre nessa etapa, o seu cliente poderá te guiar além de se sentir participativo no processo criativo.

Com o planejamento desenvolvido, volte sua atenção para o design dos seus conteúdos e lembre-se: o bom design é aquele que cumpre o papel ao qual foi destinado. Isso significa que o criativo da sua rede social tem que fazer sentido tanto para sua empresa como para o público que vai consumir o conteúdo. A beleza é um fator relativo. Nem sempre o que é bonito para você será bonito para quem precisa ser atingido.

Após todas essas etapas é hora de programar seus conteúdos em dias e horário diferentes.
Fique de olho no resultado desses conteúdos, em como o público reage ao que você postou. Incentive a participação com perguntas e não deixe os comentários sem respostas. Assim, você vai construindo um relacionamento com quem interagiu.

A beleza é um fator relativo. Nem sempre o que é bonito para você será bonito para quem precisa ser atingido.

Com a programação de 15 dias você consegue mensurar minimamente os resultados dos conteúdos criados. Faça os ajustes necessários para entregar cada vez mais conteúdos alinhados com o público e que gere engajamento. Veja quais dias da semana, horários e tipos de conteúdo performaram melhor. E importante… Não tenha medo de errar ou de ser criticado ou criticada. Utilize esse espaço a seu favor e em prol do crescimento da sua marca.

É importante dizer que o trabalho de redes sociais envolve diversos profissionais, conhecimento plural, dedicação e gerenciamento. Aqui na Metro, por exemplo, para cada conta que gerenciamos temos pelo menos 3 pessoas trabalhando juntas.

Dê a importância devida à sua rede social e não tenha medo de experimentar. As plataformas estão aqui para serem usadas ao nosso favor. Faça do jeito certo, mas faça! E conte com a gente ⚡